quarta-feira, 7 de março de 2012

Pão caseiro


Caseiro, de "feito em casa"!!
Pois é, há uns tempos, nos tempos das vacas rechonchudas, comprei uma Bimby e já fiz muito pãozinho com ela. Mas, entretanto, descobri uma nova abordagem à confeção do pão, o Artisan Bread, e desde então não quero outra coisa.
A Bimby só faz pão caseiro se eu tiver muita pressa.
Esta receita é simples e, melhor do que ser eu a explicar como se faz, é mesmo ver o vídeo. Faço apenas algumas adaptações ao que se vê no vídeo.

Para fazer este pão é preciso:
3 chávenas de água morna
6,5 chávenas de farinha de trigo
2 colheres de chá de sal
3/4 a 1 cubo de fermento de padeiro de 25 g

Nota: para estas quantidades, a chávena deve ser de 240 a 250 mL. Para chávenas de outra capacidade, dever-se-à adaptar as quantidades de sal e fermento.

É muito fácil: é só dissolver o sal e o fermento na água morna e depois misturar a farinha. Fica assim:

A massa leveda durante duas horas no recipiente que se usou para a mistura, que deve ser grande (a massa cresce para o triplo, mais ou menos) e deve poder ser tapado. Nunca cozo o pão logo. Gosto de deixar a massa durante 2 a 4 dias  no frigorífico (nunca experimentei mais). Assim, a massa fica mais fácil de trabalhar e o pão mais saboroso. Na hora de o cozer, tendo o pão e coloco-o diretamente no tabuleiro do forno (não tenho pedra de terracota, nem pá) polvilhado com farinha de trigo, espera cá fora durante 40 minutos, leva uns golpes valentes e vai para o forno que já está quente (200ºC) e onde já está um tabuleiro colocado em cima da grelha do forno numa posição superior. Demora mais ou menos 30 minutos a cozer.
Às vezes mudo a farinha, misturo farinha de centeio (pouca, senão o pão fica muito pesado e o PP já não gosta), farinha integral, aveia triturada, etc. Dá sempre certo e é sempre melhor do que o que faço na Bimby. Olhem para os meus pãezinhos:



Em relação ao custo, feitas as contas, mesmo usando forno elétrico, não me fica mais caro. Pelo contrário, se os cozer todos de uma vez, até fica mais em conta, porque há farinhas de marca branca baratas e, como o forno não chega a estar ligado uma hora, não gastará mais de 35 cêntimos.
Também já experimentei adaptar a receita de pães de leite da Gasparzinha para este método. Ficaram bons, mas quero apurar a receita.
Experimentem! Vão ver que não se arrependem.

20 comentários:

  1. Miguinha ja cheguei a deixar a minha massa no frigorifico quase duas semanas e o pao fica otimo na mesma,eles dizem que aguenta bem duas semanas e e verdade!!Fica sempre uma delicia,tb fiz paozinhos com chourico e pao de milho com torresmos e chourico ( so para petisco de vez em quando,porque faz mal)mas ficaram tao bons!! Beijinhos a todos ai em casa!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei a sua receita fiquei com agua na boca principalmente o pao c chourico

      Eliminar
  2. Aaaahhhhhhhh!... isto é outra música! Pãozinho...huummm...tão bom...quentinho e a estalar! Quando fizeres, chama-me... (nós também fazemos uns muita bons!!) só ainda não calculei foi os gastos do forno...vai a seguir!

    ResponderEliminar
  3. Fiz esta massa hoje e tive alguma dificuldade em moldar os pães porque estava demasiado mole e a agarrar-se ás mãos. Fiz alguma coisa mal ou é mesmo assim? Quanto ao sabor ficaram muito bons!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Obrigada por passar por cá!
      É mesmo assim; como é uma massa que leva mais água (para não ser preciso amassar), fica mais mole. Essa é uma das razões pelas quais eu gosto de deixar a massa, pelo menos, dois dias no frigorífico. Fica mais consistente e mais fácil de trabalhar e, de sabor, fica ainda melhor. Cozendo no próprio dia, talvez seja mais fácil fazer pão de forma (com a forma untada com gordura). Não desista!

      Eliminar
  4. tenho de experimentar... tem tão bom aspecto!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Experimente e depois diga-me como correu! E siga o meu conselho: dois dias de frigorífico e a massa fica ainda melhor!

      Eliminar
  5. Boa noite, fiz esta sua receita e adorei mas está com um pequeno pormenor que gostava de saber onde estou a errar. O pão cheira bastante a levedura e se for comido sem nada também parece que sabe a levedura. Não deixei no frigorífico, coloquei logo no forno após levedar, pois precisava do pão. E coloquei 3/4 do cubo da levedura. Será que tem alguma ideia onde poderá estar o erro? A marca da levedura? Aproveito este contacto para lhe dar os Parabéns, pois da pesquisa que fiz a sua receita mais as imagens foram a minha escolha. Obrigado. Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde e obrigada pelo elogio!
      Assim de repente, não estou a ver onde possa estar o problema. A marca do fermento que costumo usar é o Levital (compra-se, por exemplo, no Pingo Doce e no Intermarché). Se seguiu a receita, não fermentou pouco... E a chávena? Era de cerca de 240-250mL? Se não era,usou menos farinha e, portanto, fermento a mais. A massa aumentou para cerca do triplo ao levedar? Volte a experimentar e diga-me como correu, tá?

      Eliminar
    2. Pode também experimentar usar menos fermento. Demorará um pouco mais tempo a fermentar.

      Eliminar
  6. obrigado:) irei comprar essa marca de fermento. fui medir a chavena e deu 200ml... sendo assim... usei fermento a mais para a minha medida de chavena de farinha. nestes dias vou fazer novamente e dou notícias... ha-dem ser boas:) muito obrigado!

    ResponderEliminar
  7. já fiz o pão... e desta fez já não sabe a fermento:) muito obrigado! adoramos:) continuação de sucesso. até sempre. bjn

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico satisfeita!! Continuação de boas fornadas!!!

      Eliminar
  8. Bom dia. Hoje fiz a massa. No video vejo que e colocado um recipiente com agua. Quando for a por o pão no forno devo fazer o mesmo?Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia!
      Sim, essa parte é importante para que o pão fique estaladiço. Coloca-se o recipiente vazio quando se liga o forno e só se coloca a água na altura de colocar o pão. Fica muito melhor!

      Eliminar
  9. Bom Dia,
    Queria muito experimentar a receita mas em Angola apenas encontro fermento seco (granulado). Também serve? Qual será a quantidade.

    obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia! Sim, dá para usar. Aliás, é mesmo esse fermento que a receita original recomenda. 1,5 colheres de sopa
      Obrigada!

      Eliminar
  10. Boa noite :)
    Adorei a sua receita, experimentei, cozi uma parte depois de levedar e ficou bom, e outra parte esteve no frigorífico antes de cozer e ficou bom na mesma!
    Obrigada pela partilha

    ResponderEliminar