quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Greve ao ferro e à tábua de passar

Detesto passar a ferro! Já há muito que não passo roupa de cama , turcos, roupa interior e panos de cozinha. Mas o tempo que eu passava de volta das outras peças ainda era muito. Mas isso já acabou. Agora só passo uma percentagem muito pequena da minha roupa. Chego a estar um mês ou dois sem passar a ferro. A sério!

O que eu faço é tirar a roupa da máquina de lavar para a de secar; só lá fica o tempo necessário para que a roupa aqueça e perca os vincos com que saiu da máquina de lavar. Não deixo o programa chegar ao fim, nem nada que se pareça; não só porque o programa completo gasta muita eletricidade, mas também porque a roupa sai de lá muito amarrotada. Além disso, também não deixo que a roupa passe pelo arrefecimento que normalmente acaba cada ciclo de secagem, mesmo que se tenha escolhido um programa curto. Depois é só tirar a roupa do secador, logo que se desliga, pendurá-la, muito direitinha, e esperar que seque. Depois de seca, dobra-se então com cuidado, esticando bem, de modo a que qualquer "irregularidade" desapareça, enquanto a roupa espera, pacientemente, na prateleira ou no varão, pela próxima saída. Vão ver que resulta, que poupa algum tempo e, com jeito, algum dinheiro também, se o pouco tempo de funcionamento do secador for inferior ao tempo de funcionamento do ferro. Experimentem!

Sem comentários:

Publicar um comentário